PT  |  EN

Pesquisa



NOTÍCIAS


Visabeira ganha concessão na Gorongosa
21-11-2011

O Ministério do Turismo de Moçambique (MITUR) e o Projecto de Restauração da Gorongosa (PRG) seleccionaram a Visabeira Moçambique, através da sua cadeia hoteleira Girassol, para requalificar e assegurar a gestão do Acampamento de Safaris de
Chitengo — a histórica unidade ecoturística do paraíso intacto do Parque Nacional da
Gorongosa, situado na zona limite sul do Grande Vale do Rift Africano, no coração da zona
centro de Moçambique.

O Acampamento de Safaris do Chitengo foi inicialmente construído em 1941 e, durante muitos anos, acolheu os milhares de turistas oriundos de todo o mundo que queriam visitar o famoso Parque Nacional da Gorongosa.

Em 2004 a Fundação Greg Carr (Carr Foundation) assinou um memorando de entendimento
com o Estado Moçambicano com o objectivo de apoiar a recuperação, manutenção e
repovoamento do Parque Nacional da Gorongosa, promovendo, simultaneamente, a melhoria das condições de vida das populações locais. O desenvolvimento deste projecto concretizou-se na constituição do Projecto de Restauração da Gorongosa (PRG), associação entre o Estado e a Fundação Greg Carr. Foi esta entidade, que em conjunto com o MITUR, seleccionou a Visabeira Moçambique como o parceiro ideal para desenvolver a vertente turística do Parque Nacional da Gorongosa.

Com a entrada da Visabeira será feito um investimento adicional cujo objectivo é dotar o Parque de todas as facilidades que permitem garantir a qualidade do turismo, a partir do Acampamento de Safaris de Chitengo.

O MITUR e o PRG vão trabalhar em conjunto com o Grupo Visabeira no sentido de desenvolver uma das áreas de maior crescimento turístico de Moçambique posicionando o Parque Nacional da Gorongosa como uma das mais importantes e intactas reservas naturais do continente africano, contribuindo para o crescimento económico sustentável local

Actualmente, Chitengo conta com acomodações para 78 hóspedes em bungallows, à qual
acresce uma área de campismo e um conjunto de serviços, como restaurante, piscinas, loja de souvenirs, uma vasta rede de picadas para safaris, zonas de passeio e outras actividades turísticas, enquadradas pela beleza natural e biodiversidade únicas do Parque Natural da Gorongosa. A Visabeira Moçambique irá investir em novas facilidades e na reabilitação das existentes, obedecendo sempre às estritas políticas ecológicas do Parque.

Com esta nova unidade turística, a Visabeira Moçambique reforça a sua presença em Moçambique, diversificando a sua oferta hoteleira a nível geográfico e temático, numa lógica de complementaridade com as unidades que actualmente detém – Girassol Bahia Hotel (em Maputo), Girassol Indy Congress Hotel & Spa (em Maputo, Sommerschield), Girassol Nampula Hotel (localizado no Edifício Nampula) e Girassol Lichinga (na capital da província de Niassa).

De acordo com as estatísticas de visitantes de 2010 do Ministério do Turismo de Moçambique, o Parque Nacional da Gorongosa prossegue o seu caminho para se tornar num dos primeiros destinos de ecoturismo em África, tal como acontecia nas décadas de 60 e 70, quando estrelas de cinema e outras celebridades eram presença assídua neste paraíso intacto no coração da África Austral.

O número de turistas do Parque Nacional da Gorongosa tem vindo aumentar consideravelmente, registando-se em 2010 um aumento de 20 por cento em relação aos
visitantes de 2009. Também as visitas de moçambicanos ao seu Parque Nacional  aumentaram 45 por cento no último ano.







Ir para o topo da Página
Ir para o topo da página
MAIS INFORMAÇÃO
Política de Privacidade
© 2011 Visabeira Moçambique - Todos os direitos reservados.
WorldWide
Worldwide
Grupo Visabeira